Amanhã eu conto

Longa de Ficção, em desenvolvimento

Amanhã eu conto

Longa-metragem, Ficção, Drama, em desenvolvimento

Quando uma nova gama de possibilidades se abre para Zema, ele se vê envolto em uma vida dupla que logo se mostrará totalmente insustentável.

Sinopse

Zema, um rapaz do interior, muda-se para São Paulo esperando realizar o sonho de seus pais: tornar-se médico após estudar em uma boa universidade, paga com a poupança de anos de trabalho de sua família. Entretanto, ao chegar na cidade grande, ele conhece um novo mundo e se dá conta de que medicina não é o seu caminho. Zema passa a se dividir em duas vidas. Culpado por ter de mentir aos seus pais mas, ao mesmo tempo, tendo a necessidade de seguir rotas não traçadas, ele encontra-se em um dilema sem soluções.

Visão Artística

Amanhã eu Conto aborda a crise da juventude contemporânea em relação ao amadurecimento. Através de Zema, esse protagonista internamente inquieto, que sente a necessidade de viver novas experiências, o longa pretende tratar dessa crise comum a todo jovem que tenta se encontrar e encontrar o seu lugar no mundo. Acompanhando de perto seus prazeres, descobertas e angústias, vamos compreendendo que o bom e o ruim, o certo e o errado na verdade estão muito mais misturados, e que a dor também tem sua beleza. No filme, ao contrário do que normalmente se defende, amadurecer não é se encontrar e sim se deixar perder, por mais difícil que seja. Ao aprofundar sua temática, seus questionamentos, sua estética e seu trabalho com atores, Amanhã eu Conto dá continuidade a um projeto iniciado por Marina Person em Califórnia (2015), seu primeiro longa de ficção.

+ projetos

Contato

Envie uma mensagem que logo entraremos em contato!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form